Conheça o artista: Chungha, o girlgroup de uma garota só!


Pensaram que eu tinha desistido desse quadro? Pois é, eu também pensei!

Finamente criei coragem para escrever sobre mais uma artista que eu gosto bastante e que conheço sua carreira e discografia a ponto de fazer um post tão complexo sobre. Como eu criei o quadro para enaltecer o Red Velvet sem parecer algo “de graça”, esqueci totalmente do fato em que eu amo várias solistas e possivelmente farei capítulos sobre elas. Dito isso, decidi por não alterar o nome de ‘Conheça o Grupo’, mas que compensarei criando títulos engraçadinhos para deixar menos avulso/estranho ver uma solista aparecendo por aqui. Mas deixemos de enrolação e vamos logo para esse post ligeiramente grande, sigam-me os bons!


Introdução

Kim Chungha é uma solista coreana provinda da empresa MNH Entertainment que iniciou sua carreira oficialmente em meados de 2015 no programa de sobrevivência chamado Produce 101. Ela concorreu com outras 100 trainees pelas 11 vagas do IOI, um grupo temporário com duração de um ano e que chegou ao fim em 2017. Felizmente, a gata terminou o reality em 4° lugar, conseguindo assim seu tão sonhado debut em 2016.

Nome do Fandom: Byulharang

Lightstick Oficial:

byul.jpg


Integrantes

chung

Nome Artístico (Nome Real): Kim Chungha (nascida Kim Chanmi)

Data de Nascimento: 09 de Fevereiro de 1996

Cidade Natal: Seul, Coreia do Sul

Signo: Aquário

Conceito e Descrição do Grupo

Após IOI encontrar seu fim, todas as suas ex-integrantes retornaram para suas respectivas empresas e focaram em suas atividades por lá. A maioria delas (8 para ser mais exato) entraram e até hoje fazem parte de grupos enormes e foram obrigadas a dividir os holofotes com no mínimo outras 7 trainees. Das três restantes, uma virou atriz, outra foi confinada no porão da JYP e a última (Chungha) brilhou magnificamente com seu debut solo.

Acredito que a MNH teve uma sacada de mestre ao dar à Chungha uma carreira solo. Ela não só se destacou dentre as ex-colegas de grupo como também chamou bastante atenção por optar por um caminho mais incomum para artistas de k-pop naquela época (lê-se 2017). Souberam aproveitar perfeitamente o buzz do Produce/IOI e ao mesmo tempo aproveitar o buzz por “inovar” na cena (mesmo sendo algo que BoA já fez lá no final do século XX).

Assim, no dia 07 de Junho de 2017, Chungha lançou Hands on Me, seu EP de debut. Why Don’t You Know foi a faixa escolhida como single promocional e acaba sendo o grande destaque do álbum, mesmo as outras não sendo ruins, na minha opinião elas são apenas ok. Porém o single não deixa o impacto do debut cair, ele veio acompanhado de um MV lindíssimo e uma Chungha mais livre do que nunca, único defeito é que talvez os vocais agudos e meio forçados podem irritar dependendo do humor do dia. E mesmo fazendo uso de um instrumental bem genérico para a estação (e para o k-pop no geral), foi uma boa estreia e já deixou claro a abordagem da idol de agora em diante: ser uma diva do k-pop. Ela encerrou o ano com várias indicações a prêmios, vencendo alguns deles.

Já no início de 2018, ela começou seus trabalhos lançando seu segundo EP, intitulado Offset. O álbum é muito bom e até hoje segue sendo o meu favorito dela, onde até a intro é razoavelmente boa. Roller Coaster, o single promocional, é uma faixa feita pra bater cabelo ao mesmo tempo em que limpa a casa. Win das gays que esperaram ansiosamente por uma farofona pra soltar a franga.

Em 18 de Julho de 2018, a gata nos agraciou com mais um comeback, Love U e seu EP Blooming Blue. Assim como seu debut, o single não sai muito da mania do verão capopeiro, acaba sendo meio que uma mistura entre Why Don’t You Know e Roller Coaster (se assemelhando mais à primeira do que à segunda) e dando a impressão de que a fonte de criatividade da empresa não é das mais abundantes assim, mas também não ofende e acaba sendo uma boa faixa para encher uma playlist sazonal. O álbum também é bem inofensivo e para o k-pop isso significa que não ouvi mais que duas vezes. Btw, eu percebi o TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) da MNH de colocar 1 intro + 4 faixas em todos os EPs e eu adorei isso.

Infelizmente o quarto lançamento veio em forma de um single álbum (chamado XII), contando apenas com a title Gotta Go. A música é incrível e já tomou o posto de melhor single dela e funciona em todos os quesitos, desde o instrumental que emula (G)I-DLE muito bem até o vocal mais controlado sem deixar a coisa irritante. O clipe é outro grande destaque, sendo forte, sexy e chique enquanto Chungha mostra que finalmente encontrou sua “zona de conforto” em relação aos conceitos de todos seus trabalhos até hoje.

Aos poucos Chungha vem se tornando uma solista extremamente notável e promete entregar mais e mais bops ao longo de sua carreira. O recente single álbum me deixou na esperança de vê-la finalmente lançando seu primeiro LP no próximo comeback (e quem sabe ele não venha com 1 into + 9 faixas, só para continuar satisfazendo meu TOC?). Todos os singles da gata são bem acima da média (mesmo dois deles sendo genéricos) e a discografia não chega a ser das melhores, mas também não ofende ninguém. Seria legal ver esse LP saindo no verão e, ao mesmo tempo, ver a MNH se arriscando em outra sonoridade menos saturada para a estação com um single mais forte/diferentão e b-sides menos mornas…

10 comentários em “Conheça o artista: Chungha, o girlgroup de uma garota só!

  1. aaaaaaaaaa

    Eu não pensei que gostaria tanto da Chungha solo quanto atualmente gosto. Até os mais genéricos funcionam comigo em uma playlist aleatória aqui e ali, porém Gotta Go perfeita, sinceramente, desde que lançou ouço essa música todos os dias sem um pingo de arrependimento. Ela me passa uma vibe de BoA, o que é ótimo.

    Ótimo post ♡

    Curtido por 1 pessoa

  2. Lembram daquela performance no MAMA reunindo as participantes do Produce 101 (e depois trazendo o apocalipse com a junção delas com o AKB48)? Imagina o orgulho da Chungha ao encontrar as coleguinhas e perceber que não só ela cresceu sozinha (sem depender de um girlgroup), como foi a que mais cresceu desde o fim do IOI? Maravilhosa, né?

    Falando em idols maravilhosas, Choerry oficialmente de cabelo roxo: QUE LINDAAAAAAAARRRRGGGHHHH!!!!

    Curtido por 1 pessoa

      1. Pra ser sincero, idols homens não são muito a minha praia. Mas resolvi ver o teaser por curiosidade, e confesso que a batida é MUITO boa (perde a graça justamente a hora que ele começa a cantar).

        O batom tá super natural.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s