Comentando o Álbum: The Dream Chapter: STAR – TXT [2019]

Daí que surpreendentemente o irmãos mais novos do BTS conseguiram ter um debut bem memorável e acima da média. O álbum, assim como o single, é agradável e não ofende ninguém. Além disso, é bem experimental, apostando em diferentes estilos ao longo de sua tracklist, mas sem se afastar da proposta aegyo do grupo. Confira meus pitacos sobre o primeiro EP do TXT.

Blue Orangeade, a primeira música do álbum traz um aegyo bem divertido e despretensioso. Nela os meninos são submetidos a um auto-tune horroroso, daqueles que sempre perseguem o Jungkook nos singles do BTS, mas o resultado ainda assim é bem positivo. Eu já gostava muito dela, mas aí eu fui ver a letra e nela, eles dizem que estão apaixonados pela laranja azul… O MOMENTO DA WENDY CHEGOU.

 

Em seguida, temos Crown, a title track (que vocês podem conferir o post solo aqui). A letra é bem sugestiva, principalmente para nós brasileiros. O tema principal desse debut foi meio que mostrar que os meninos tem poderes/são monstros perante a sociedade, tendo chifres, asas e rabos (já estou prevendo a trilogia Love Yourself surgindo em breve). Porém, em determinado momento eles dizem que amam seus chifres, o que para nós significa uma coisa: corno manso.

Btw, não sou eu que estou forçando a fanfic. A Big Hit liberou um pedacinho dela nesse debut stage aí de cima. É claro que eles não iam debutar sem uma historinha, né? Infelizmente.

A terceira faixa, Our Summer, eu julguei precipitadamente, afinal de contas, nem é verão lá e eles já estão lançando coisa para a estação. Porém, a música tem uma letra que justifica seu nome, aqui os meninos estão apaixonados de novo e sentem que, estando ao lado da @ sempre será verão. Essa é sem sombra de dúvidas um descarte do BTS (não que isso seja sempre ruim), ela tem cara daquilo que o Beyond The Scene fez questão de enfiar nos álbuns da era LY (oi ‘Best of Me‘ e ‘Best of Me 2.0‘). Assim como as anteriores, essa também é boa, mas não chega a ser um destaque, sendo a mais fraca das três.

Cat & Dog, que também tem cara do que seus hyungs lançariam (consigo vê-la perfeitamente se encaixando no ‘Her‘). É a melhor do álbum, sendo um rap-aegyo-trasheira com latidos e letra ridícula que todos nós amamos. Os meninos estão se declarando pela terceira vez no álbum e usando argumentos de que estão cansados de ser “só amigos” e que agora querem evoluir o relacionamento para algo maior… eles querem se tornar os pets da crush. Risos. Btw, funciona muito bem em uma playlist ao lado de ‘Go Go‘ e ‘Shine‘, por exemplo. Enfim, farofa das boas. Uma pena não ter ganhado nem stage.

Fechando o EP, temos Nap of a Star, a balada obrigatória. Ela só existe para a Big Hit mostrar que seus novos babys também sabem cantar com vozes suaves. É uma pena eles terem trabalhado o vocal deles tão mal ao longo do álbum, em todas as músicas dá para perceber o quão “tratadas” foram os vocais dos meninos, um erro presente no debut do ITZY que se repetiu aqui. Isso seria justificado se no caso do TXT, os membros tivessem vozes “iguais”, o que seria um tiro que empresa daria no próprio pé.

The Dream Chapter: STAR, deu um bom pontapé inicial para o quinteto e deixou um gostinho de quero mais (principalmente no quesito vocal). Eu espero que em um próximo lançamento a Big Hit tente trabalhar um pouco melhor as características individuais do TXT, assim como ela faz com maestria no BTS (mesmo quem não curte nada lançado por eles, é inegável o quanto são diferentes entre si, até mesmo sem o acompanhamento visual para dar um help).

Nota: 7,8

Publicidade

12 comentários em “Comentando o Álbum: The Dream Chapter: STAR – TXT [2019]

  1. Aguardando, ansiosamente, o comentando o álbum do Jus2 – Focus, porque, até o momento, essa é o mini álbum que eu mais gostei lançado esse mês e no ano (até porque o ano não teve tantos lançamentos relevantes assim).

    Sobre o mini álbum do TXT: Não curti muito, nenhuma música me prendeu como no mini do Jus2, mas talvez ouvindo mais vezes eu engula alguma música, mas por enquanto a minha opinião é essa.

    Curtido por 2 pessoas

  2. A minha preferida também foi Cats and Dogs kkk (Me lembrou daquele desenho bizarro, Catdog). Enfim, achei um álbum bem competente para o grupo, tendo o ponto positivo e negativo de seguir um pouco a tendência de boybands aegyo a risca, sem dar nenhuma cara única pro grupo ainda (mas é difícil isto acontecer em um debut, de qualquer forma…).

    O Aquário Hipster também comentou o debut do TXT… comparando-o ao BTS!!! Esta é a volta do Duelo Musical, em que os debuts do TXT e do BTS batalham frente a frente para responder uma simples pergunta: Qual é o melhor?? (e, de quebra, ainda temos algumas ponderações sobre a evolução do k-pop de 2013 para cá) https://aquariohipster.wordpress.com/2019/03/10/duelo-musical-21-debuts-bts-vs-txt/

    Curtido por 1 pessoa

  3. Fiquei muito surpreso com esse álbum vou ser sincero, ele não é incrível, mas para um primeiro ato musical ele está bem acima da média, gostei muito de Blue Orangeade vou ser sincero, os vocais me agradaram bem mais nessa musica e eles conseguem passar todo o complexo de garoto fofo e pueril que eles pretendiam sem parecer tão forçado, já a musica titulo foi a que eu menos gostei do Álbum.
    PS: Ainda to esperando o 100% BR encheram tanto o saco com esse mancebo que eu quero ver ele jogando um balde de água fria em tudo mundo quando não souber nem falar “Boa tarde”

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s