Z-Girls recria a magia Disney com sucesso.

Daí que aquele megazord destinado ao flop resolveu voltar e continuar tentando acontecer, trazendo dessa vez, algo realmente memorável.

‘Streets Of Gold’ é um popzinho bem gostoso, digno de algum grupo-americano-xovem ou talvez de uma collab entre as atuais estrelinhas teens da Disney.

Ela diverte bastante e dá uma margem muito grande para se trabalhar em um clipe com pouco orçamento (principalmente no verão). Mas ao invés de jogá-las em uma praia e mandarem elas interpretarem grandes gostosas, a empresa decidiu montar vários cenários genéricos de k-pop com as caixas de papelão que encontraram na rua.

A cruz do grupo continua sendo o mesmo daquele outro de estrangeiras. Elas têm uma boa música em mãos, mas enquanto continuarem com essa “atitude de k-pop” (tanto na produção visual, quanto nas caras e bocas das integrantes), eu não vou conseguir ver seus clipes sem sentir um pouco de desconforto. Talvez se as garotas encenassem como as 5Harmonias faziam… eu compraria elas sem maiores dificuldades.

9 comentários em “Z-Girls recria a magia Disney com sucesso.

  1. Vi que a japonesa do grupo saiu… uma pena, era a segunda mais gata (a primeira é a indiana, que felizmente continua firme e forte). Pelo menos a agência já falou que se um dia ela quiser voltar, as portas estão abertas.

    Você vai comentar também a música da contraparte masculina delas?

    Curtido por 1 pessoa

      1. Pessoalmente, eu achei melhor que a das moças. E normalmente eu detesto músicas de boygroups.

        O Z-Boys parece ter uma pegada mais voltada pro hip-hop, em contraste com o pop dançante das Z-Girls.

        Curtido por 1 pessoa

      2. Compreensível; são estilos bastante diferentes.

        O engraçado é que no debut eu gostei mais da música das moças.

        Curtido por 1 pessoa

    1. São dois grupos, um de mulheres e um de homens (óbvio), que seguem a sonoridade e o visual do k-pop mas cantam em inglês, não em coreano (embora eles saibam falar coreano). Cada grupo tem sete integrantes de sete países: Japão, Taiwan, Indonésia, Vietnã, Filipinas, Índia e Tailândia (embora a japonesa do grupo feminino já tenha pulado fora).

      As músicas são surpreendentemente boas. Mas como não tem nenhum coreano nos grupos (só o idealizador dos grupos que é coreano) e eles cantam em inglês, a reação dos netizens tem variado de desprezo a ódio (com os indianos sendo os principais alvos do ódio por “não serem da mesma etnia que os outros” – mesmo a moça indiana sendo disparada a mais linda do grupo).

      Ah sim, e uma das moças é gigante. Nos MVs os produtores disfarçam a diferença de alturas, mas nos shows o contraste dela pras outras é tipo Pabllo Vittar com aquela dupla de piriguetes sertanejas que eu sempre confundo o nome.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s