O último ranking antes da final do Queendom saiu e eu não poderia estar mais satisfeito.

O tempo está correndo pra p*rra e agora o Queendom já está chegando ao fim (mesmo parecendo que ele começou semana passada). E com isso, tivemos a penúltima etapa chegando ao fim. Ela consiste em todos performarem músicas para agradarem os fãs/ escolhidas por eles e a primeira parte dos meus comentários vocês podem conferir aqui, com as performances do (G)I-DLE, AOA e Mamamoo. Mas vamos focar nas três novas que saíram do forno poucos dias atrás.

O Oh My Girl seguiu na mesma linha do (G)I-DLE ao escolher uma de suas b-sides. E assim como o grupo da Cube, entregaram uma performance incrivelmente cativante. Além de ‘Twilight’ ser uma música que entrega tudo que as gays pedem, as meninas ainda conseguiram mostrar que são capazes de enfrentar um sexy-concept sem maiores dificuldades (ênfase para o desempenho da Seunghee).

Para a performance, elas trouxeram uma versão um pouco mais family-friendly das idles, contando uma história de terror básica sobre vampiros (e sim, foi inspirado nos chupa-sangue de purpurina de Crepúsculo). Porém o resultado ficou bom, mais pela performance em si, do que pelo conceito. Os dançarinos trouxeram um certo impacto, mas sem eles, a coisa também teria ficado acima da média.

Já o Lovelyz resolveu pegar a cartela de indicações dos fãs e perceberam que todos querem elas sendo fofas mesmo com algumas faltando pouco para os 30 (pobres coitadas). E como essa fase é feita pra agradar eles… fica meio difícil do grupo ir contra tais pedidos. Então decidiram por emular um High School Musical no palco.

Todos parecem ter gostado, inclusive eu. Por mais que umas duas estejam com cara de c*, o resto fez por merecer os votinhos a mais que receberam nessa fase. Kei fez lindo com seu rosto rejuvenescido no bisturi e a Mijoo foi super icônica com seus gritos aleatórios e desafinados.

Ai, tadinha da Bom. A bichinha não está apta pra executar músicas ao vivo, é isso. As pregas vocais chegaram em um nível tão cagadíssimo, a ponto de eu estar me voluntariando como fonoaudiólogo para cuidar da bichinha (agora só falta a passagem pra Coreia do Sul).

E a escolha de música não poderia ser pior. Ela está em uma labuta para atingir notas mais ~normais~, quem dirá para cantar o refrão extremamente agudo de ‘Eyes, Nose, Lips‘. Não preciso nem dizer que não me agradou, né? Acho que prefiro ficar ouvindo só as versões de estúdio das músicas dela.

E com essa apresentação, Bom encerrou esta rodada e o ranking final do programa ficou seguinte:

6° Lugar: AOA

Só colheram aquilo que plantaram, depois de tomarem inúmeras escolhas duvidosas.

5° Lugar: Park Bom

Pelo menos não ficou em sexto.

4° Lugar: (G)I-DLE

Chegaram achando que estavam dominando, mas tomaram no c*, pois ainda são rookies e não são nenhum IZ*ONE da vida.

3° Lugar: Lovelyz

Colocaram aqui pela sorte de terem a Kei escorada na Hwasa e por terem escolhido as donas-de-casa-que-colocam-kpop-pros-netinhos-como-se-fosse-galinha-pintadinha como jurados especiais dessa fase.

2° Lugar: Mamamoo

Cotadíssimas e alimentadas pela fanbase grande e consolidada (mas dessa vez achei merecido, pois ‘I Miss You‘ cresceu super comigo na última semana).

1° Lugar: Oh My Girl

Rainhas aclamadíssimas pela mídia profissional (vulgo eu) que arrasam pra caraleo.


O próximo ranking será o da final, baseado nas posições dos charts dos singles que os grupos lançaram no dia 25/10 e que eu já comentei aqui. Espero que o Oh My Girl saia de uma vez por todas com essa coroa, pois se não forem elas, será o Mamamoo. E cá entre nós, o quarteto já tem um apelo muito grande com os coreanos e nem precisava estar aqui.

Obs.: só para solucionar possíveis dúvidas meu ranking pessoal ficou Oh My Girl>>>(G)I-DLE>>Mamamoo>Lovelyz>>AOA>Bom.

13 comentários em “O último ranking antes da final do Queendom saiu e eu não poderia estar mais satisfeito.

  1. Continuo sem interesse em acompanhar a carreira do Oh My Girl, mas tenho que admitir que elas foram as competidoras que melhor souberam aproveitar as oportunidades do Queendom. Se continuarem assim, logo vão arrancar as perucas do GFRIEND e Apink e se tornar o grupo aegyo da nação.

    AOA parecia estar indo nessa mesma linha, pena que a HyeJeong não conseguiu se escorar na Hwasa no desafio das units e depois os “fãs” escolheram uma das piores músicas do grupo pra elas cantarem (que nem é uma música do grupo, e sim de uma unit). Mas pelo menos acho que elas conseguiram ganhar uma sobrevida, pra um grupo que tava prestes a dar disband.

    E apesar do G-IDLE ainda ser rookie, vejo muito potencial pra elas se tornarem muito grandes. É verdade que enche o saco a Soyeon impondo as ideias pras colegas, mas bem ou mal, ela É realmente uma boa líder.

    Agora é esperar pela final e torcer pra Mnet maneirar nos plot twists (nunca esquecer o Sixteen com o JYP enfiando entre as vencedoras uma competidora eliminada NA PRIMEIRA METADE DOS EPISÓDIOS… se bem que acabou sendo uma decisão bem acertada dele, mas enfim).

    Curtido por 1 pessoa

  2. Ah, já saíram as performances da final:

    AOA – depois da escorregada feia nas últimas semanas, elas se reergueram com classe. Excelente performance, e porra Chanmi, porque você não mostrou no desafio de dança o talento que você mostrou na final?! A cena coreografada dela lutando com os bandidos (com direito a um HURRICANRANA em um deles) foi épica!

    Lovelyz – não foi a melhor performance da final, mas foi de longe a melhor performance do Lovelyz no Queendom (e talvez em toda a carreira delas). Muito boa, pegaram uma inspiração no que as coleguinhas do OMG estavam fazendo e incorporaram muito bem na delas. Parabéns!

    Bom – a parte com os quatro pedestais com microfones pareceu meio desnecessária (ela era tão próxima assim das outras moças do 2NE1??), mas o começo e o final foram muito criativos e a performance como um todo foi ótima!

    Oh My Girl – surpreendentemente, pra mim foi a mais fraca da noite. A música é ótima, mas a apresentação foi bem básica e mesmo a coreografia não empolgou. Pena.

    (G)I-DLE – mais de UM MINUTO de introdução foi complicado… e o rap da Soyeon, embora ótimo, pareceu meio deslocado. Mas fora isso, gostei, elas investiram pesado em caracterização e valeu a pena.

    Mamamoo – a melhor música, com uma performance pouco inspirada. Teve um capricho maior do que a performance do OMG, mas o que sempre me chamou atenção no Mamamoo é a energia que elas passam, e dessa vez não senti energia nenhuma… sei lá, elas pareciam entediadas.

    Comentários à parte, acho que nem preciso dizer quem ganhou, preciso? Tudo cotado, TUDO cotado.

    Curtir

  3. Oh My Girl é um dos meus grupos favoritos, sempre soube o quanto elas são foda e ainda bem que o Queendom aconteceu pra elas mostrarem pra todo mundo (ergo kpop fãs internacionais) que não é só pq é aegyo não quer dizer que elas não sejam boas e dominem

    Curtido por 1 pessoa

    1. Exato, aegyo não precisa ser ruim. O problema é que o Apink hitava com músicas horrorosas, e outros grupos que trabalhavam com imagem fofinha resolviam pegar carona e fazer músicas ruins também…

      Sério, a melhor coisa que o Apink fez foi ir pro sexy concept, porque o som da era aegyo delas era MUITO RUIM (não por ser aegyo, e sim por ser ruim mesmo). GFRIEND sim fazia músicas aegyo muito boas, mas infelizmente nunca se recuperaram plenamente do baque do boicote em Fingertip…

      Curtido por 1 pessoa

      1. Nossa, eu fico me sentindo como se eu tivesse um gosto musical de lixo pq eu sou super fã do repertório aegyo do Apink kkkk O Apink (pré e pós reboot de imagem) é também um dos meus grupos favoritos, junto com OMG e GFriend. E todos os três são grupos talentosissimos.

        Acho que é uma das coisas que mais me atraiu no kpop quando eu entrei nesse mundo. O quão diferente as músicas e conceitos podiam ser. Eu sei que pra muitos essa imagem meio infatilizada demais pode ser um turn off (e em alguns casos é) mas eu sempre gostei desse lado “conceitos fofos” do kpop que mostra um lado diferente, um tipo de coisa que ninguém leva muito a sério mas essa sonoridade sempre me atraiu

        Mas gosto é gosto, opinião é opinião.

        Curtido por 1 pessoa

      2. Também não tenho nada contra conceitos fofos; acho que o importante é apresentar músicas boas e saber dosar o conceito. Um grupo que exagere no aegyo e fique infantilizado demais ou “patricinhas” demais fica trash – assim como um grupo de conceito sexy que exagere na apelação deixa de ser sexy e fica simplesmente vulgar, por exemplo.

        Curtido por 1 pessoa

  4. Em outra notícia, viu a performance especial de Halloween do LOONA (quer dizer, de parte do LOONA) no M Countdown, fazendo cover de Full Moon da Sunmi? Piranhagem de altíssimo nível (meio inapropriado que duas das integrantes mais novas estão piranhando, mas enfim…).

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s