TOPSong: Os singles de Sunmi!

Mais um capítulo deste quadro, para aproveitar esse mês xoxo (que será salvo pelo culto demoníaco que eu gosto). Desta vez trouxe uma artista velha de guerra, que por alguns problemas em sua vida não pôde nos agraciar com muitos singles ainda. Até hoje, Sunmi conta com 7 em sua discografia, porém eles são suficientes para quebrar sua fave no meio.

Dentre todos, eu só não gosto de um, mas deixa eu dizer mais sobre isso ao decorrer da lista…

07° Noir

A única derrapada em sua carreira inteira como idol. Particularmente, eu adoro quando os artistas aproveitam seus acertos anteriores para lançarem mais coisa boa. EXID, AOA e Twice em sua era piranhesca fizeram muito bom uso disso. Porém eu sempre acho que se a intenção é a de “copiar” seus próprios singles, o artista deve pelo menos lançar algo à altura do seu primeiro sucesso.

‘Noir’ é uma cópia descarada de ‘Siren’, mas não empolga. Ele veio para ser o gêmeo-mórbido em um momento onde sua demo ainda estava muito fresca, então fica a sensação de ser um desperdício de tempo (e de conceito).

06° Full Moon

Mas deixando minha veia ranzinza de lado, vamos às maravilhosidades lançadas por ela. ‘Full Moon’ foi seu primeiro trabalho solo quando ainda era funcionaria da casa do Twice e é um número incrível.

Brave Sound drop it e JYP formaram uma dupla incrível, conseguindo compor um dos auges do sexy-concept, além de ser um puta hit que até hoje é alvo de covers muito bons (mas nenhum que supere o desempenho da cantora original).

05° 24 Hours

’24 Hours’ é o último dos seus tempos de menina piranha e é mais um hit para a conta. A música é uma delicinha, com ela gemendo e rebolando full time, além de contar com uma batida maravilhosa e um break de tango impecável. É outra que vira e mexe alguém faz cover.

Este começo de vida-solo que ela teve pavimentou de maneira muito competente a carreira e o respeito que conquistou como solista. Não é atoa que pega vários #1 nos charts coreanos independente da música ou da época do ano.

04° Lalalay

Seu single mais recente, ‘Lalalay’, eleva o estilo da gata a um patamar ainda mais barulhento que suas outras canções pós-revamp. Isso irritou uma galerinha, mas eu adorei. É claro que estranhei em um primeiro momento, mas hoje ouço com a mesma frequência de vários outros hinos de 2019. Além disso, é um single bem coeso ao lado de seus lançamentos mais recentes e tem cara de Sunmi.

03° Gashina

‘Gashina’ serviu quase que como um redebut, transformando a imagem dela completamente. A gata conseguiu casar muito bem os lados farofentos do k-pop com o pseudo-conceitual que é marca registrada dos coreanos 25+.

A música marcou o ano de 2017 e ditou (mais uma vez) uma estrutura de música que seria usada sem descanso por todos os outros acts capopeiros. Tá que ela não inventou o refrão de instrumental, mas com certeza reforçou uma fórmula que já vinha sendo usada a bastante tempo.

02° Siren

Essa daqui é de longe uma das minhas músicas favorita do k-pop, sendo talvez a segunda melhor de 2018. ‘Siren’ é dramática, envolvente, sexy e, em contraste, muito animada. A gata tem um dom incrível como compositora, pois aqui quase nada deixa margens para críticas. Exceto pelo break de trap que incomoda quem odeia esse tipo de mudança brusca em canções.

Mas como vocês podem ver, não é um problema para mim, pois ela só perde para a próxima faixa.

01° Heroine

Em primeiríssimo lugar esta ela. ‘Heroine’ precisa de apenas 2 segundos de execução para tirar todo o meu fôlego. Depois que foi lançada, nenhum outro single da Sunmi ameaçou roubar seu trono nesse ranking que já existia na minha cabeça há tempos. As técnicas vocais empregadas pela diva são impecáveis, a letra te põe pra cima, a coreografia empolga te fazendo querer dançar e o instrumental também segue sem nenhum defeito com sua pegada dramática e impactante.

Muito obrigado Teddy por ter melhorado e transformado o single da Cheryl em algo incrivelmente excelente.

5 comentários em “TOPSong: Os singles de Sunmi!

  1. Minha música favorita da Sunmi é sem dúvida Noir hahaha canto horrores no carro, mas sei que sou uma excessão
    Me lembro que 2017 foi um ano que salvou o kpop depois de um 2016 deplorável e com certeza Sunmi teve influência nisso.
    PS: completamente chocada com heroine se revelando um remixe melhorado dessa música

    Curtido por 1 pessoa

  2. Engraçado, Heroine é justamente o único single dela que eu não acho graça… pra mim, o top 3 é Siren, Gashina e Full Moon (vampira-bailarina-ora-tímida-ora-piranhesca concept… como não amar?).

    Ah, viu a “polêmica” da vez, sobre o cara do staff do ISAC 2020 que foi filmado puxando o cabelo da Chuu? Tá uma galera exigindo a demissão do cara… ironicamente a própria Chuu na filmagem não pareceu ter se importado com o puxão (que talvez nem tenha sido com força, mas com a distância que o vídeo foi filmado, fica difícil ter certeza).

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu viii o rolo. Tá que foi um puxão de cabelo, mas eu também percebi que ela reagiu normal. Talvez ele seja alguém que tem liberdade com ela pra fazer esse tipo de “brincadeira”.

      Eu não gosto de “brincadeiras de mão”, mas vejo que tem bastante gente que vive amizades assim… vai saber, né?

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s