TOP100: As melhores músicas de 2019 – 10°~01°

Chegamos ao tão aguardado momento em que irei expor para vocês as minhas dez faixas favoritas do ano. Tudo aqui tem a ver com favoritismo, então foda-se se cortei alguma mais “elaborada” para poder enfiar minhas faves aqui (estão sentindo o cheirinho de bolo vermelho saindo do forno?).

E aparentemente eu não sei contar, pois no post passado eu disse os números errados. Ao todo, essa última parte contém 2 boygroups viadinhos, 4 singles de solistas e 4 de girlgroups um deles é uma performance do Queendom. Sem mais delongas, vamos à última parte desse TOP100 extremamente sofrido e cansativo de se escrever.

10° Above The Time – IU

Diferente de quase todos os acts dessa última parte do TOP100, IU era uma que eu cagava. Não fedia, mas também não cheirava. Acontece que seu comeback feito aos 45 do segundo tempo, trouxe ao mundo essa balada deliciosa. Seu instrumental e a maneira como a gatinha coloca seu vocal deixaram tudo mágico e muito agradável de se ouvir (me tocou pra caramba, mesmo eu não sabendo até hoje do que ela fala na letra). Entrou num loop incrível no meu celular desde que foi lançada.

Leia também: IU chega de mansinho no fim do ano para desbancar sua fave.

09° Spark – Taeyeon

Aqui também temos espaço para a ex-soshi favorita da Coreia (e a única disposta a lançar música pros coreanos). Este ano serviu muito bem para multiplicar qualquer sentimento de afinidade que eu tinha pela Taeyeon. Seus lançamentos foram de extremo bom gosto e ‘Spark’ foi um dos principais que está na minha cabeça até agora. Não consigo levantar nenhum defeito nisso aqui, desde criação à execução, tudo parece tão redondinho.

Leia também: Taeyeon está disposta à tudo em sua nova fase.

08° Destiny – Oh My Girl

Oh My Girl pegou uma faixa morna do Lovelyz e transformou numa coisa de outro mundo. O grupo mostra uma sensibilidade durante toda a música, para depois explodir em um break poderoso, acompanhado de uma coreografia ainda mais cinematográfica que o restante da performance. E escolheram sons tradicionais coreanos para darem aquela milkada nos nacionalistas. Parabéns meninas, vocês fizeram bem (e souberam juntar o útil ao agradável).

Leia também: Oh My Girl me conquistou com sua aura encantada.

07° Run Away – TXT

E não é que os irmãos do BTS estão mesmo com essa corda toda? Por mais que eles sofram do mesmo problema do (G)I-DLE com a maioria dos integrantes não tendo carisma, estão se provando um rookie de respeito. A imagem de lolitos misturada com essa aura mágica e farofenta está dando frutos muito doces. Ouvir seu primeiro comeback me dá muita energia.

Leia também: Com coreografias estranhas e músicas competentes, TXT está se mostrando um boygroup promissor.

06° Psycho – Red Velvet

Foda-se. Vou colocar elas aqui em cima logo de uma vez. A música cativa de uma maneira louca, me transportando para um limbo de puro prazer quando começa a tocar. Não sentia tal coisa em um single do quinteto desde ‘Bad Boy‘. Acho que isso já é motivo suficiente para considerar uma música como ótima, não? Além disso temos o acompanhamento visual genérico, porém impecável, como já é de costume do quinteto. Só não está mais alta porque fiquei com dó dos bops que virão a seguir e que me divertiram durante muito tempo neste ano.

videotogif_2018-1.10.06_13.33.10.gif

Leia também: Red Velvet não aceita terminar 2019 sem um all kill.

05° Boom – NCT Dream

A que ponto chegamos Brasil? NCT pegando um TOP5 vai matar metade de vocês, a outra metade vai dançar em cima de suas lápide junto comigo ao som de ‘Boom’. Esse novo conceito adotado pelo Dream é bom demais, Jesus. E se não fosse o bastante, ainda contou com um line-up impecável não vou me cansar de dizer isso que soube muito bem o quê e como fazer a coisa ficar ainda melhor. Só tenho a agradecer a SM pelos mimos neste 2019.

Leia também: NCT faz o CLC e continua mudando de conceito como se não houvesse amanhã.

04° Eung Eung – Apink

Olha eu colocando uma música que considerava “morna” em quarto lugar do TOP100. É certo que ‘Eung Eung’ não me causou muitos sentimentos quando ouvi pela primeira vez, mas me ganhou após as várias repetições. Como eu disse no post feito na época do lançamento, não achei os versos tão incríveis ou explosivos como esperava, porém foi exatamente isso que permitiu que eu ouvisse ela desde o dia em que foi lançada até agora, sem enjoar ou me irritar com algum exagero. É uma pena elas não terem lançado nada desde então.

Leia também: Apink volta com a promissora ‘%%’.

03° Butterfly – Loona

Ai Gabi, só quem viveu sabe. Parecia que até o lançamento disso, nenhum outro single do grupo parecia fazer jus ao pré-debut das doze. Mas ‘Butterfly’, finalmente trouxe tudo o que eu esperava delas. O instrumental dramático, mas ainda assim empolgante. Os vocais impecáveis, criando uma dinâmica entre si. A coreografia forte. A mensagem empoderadora. Loona provou que vale a pena acompanhar elas de perto, mesmo após terminarem seu projeto de estréia.

Leia também: ‘Butterfly’ é o Loona mostrando do que são capazes.

02° Gotta Go – Chungha

Chungha finalmente conseguiu o smash hit que os byulharangs esperavam. A Coreia que já mimava ela bastante, finalmente deitou para uma de suas músicas incríveis. ‘Gotta Go’ conseguiu entregar uma faixa chiclete e gostosa de se ouvir, que desperta uma vontade louca de imergir em um álbum inteirinho seguindo essa linha. O único defeito foi ter sido lançada sem nenhuma b-side para acompanhar.

Leia também: Eu nem sei mais como elogiar a Chungha!

01° Voice – Taeyeon

AAAHHHHH SIM!! Não contente em entrar para as dez melhores, Taeyeon ainda emplacou duas, com uma delas conquistando o primeiro lugar. Uma das músicas da cantora que eu sempre amei foi ‘Circus’, que eu chorava ao saber que se tratava só de uma b-side. Agora imaginem minha alegria ao ver que ela resolveu lançar um single com a mesma pegada “Disney” da tal b-side? ‘Voice’ é tão incrível que nem sei mais o que dizer sobre. Pelo menos a ex-ativa do Baekhyun destruiu o SNSD por um motivo nobre.

Leia também: A roupagem Disney que a Taeyeon adotou para ‘Voice’ foi muito bem vinda.


Discordam de alguma coisa no meu TOP? Pensou que nunca veria alguma dessas aí aparecendo entre as 10 melhores do ano? Estão revoltados com meu favoritismo descarado pelas boleiras? Me dê sua opinião aí nos comentários. Vou adorar ler as reações de vocês!

{100°~78°}{77°~55°}{54°~33°}{32°~11°}{10°~01°}

18 comentários em “TOP100: As melhores músicas de 2019 – 10°~01°

  1. Juro que eu não entendo esse amor que as pessoas têm por Eung Eung… pra mim essa música é bem qualquer coisa, melhor que quase todo o repertório do Apink (não que isso seja difícil) mas muito mais fraca que I’m So Sick.

    Mas Butterfly pegou medalha de bronze, então estou satisfeito! #stanLOONA

    Curtido por 1 pessoa

  2. Tem uma música aí que está exatamente na mesma posição que aparece em meu top 10, huahuahua.

    Btw, bacana a lista. Gosto de todas as que apareceram nessa parte final, embora não colocasse elas tão alto assim. Boom também foi minha música de boygroup favorita do ano.

    Curtido por 1 pessoa

      1. Se for, você perdeu todo o direito de criticar a entrada do Ateez e a posição alta de Butterfly no top 100 daqui…

        (mas eu parabenizo as moças do Apink por terem conseguido consertar no segundo semestre as plásticas cagadas que elas tinham feito ano passado)

        Curtido por 1 pessoa

  3. Eu to surpresa com Boom no top 10. Tipo ???? A música é boa, mas não achei que vc tivesse gostado a esse nível.
    Taeyeon barrando a chungha kkkkkkk outro plot twist pra mim

    Curtido por 1 pessoa

  4. Gostei do top 10 e o top 5 particularmente esmurra.

    Boom melhor música de boy group de 2019 pq sim, aliás o NCT Dream foi conseguiu realmente trabalhar com esse conceito de “pirralhos que vão gradualmente ficando mais adultos” e Boom é a prova disso.

    Eung Eung continua elevando o Apink a patamares de grupo lendário que conseguiu se reinventar depois de anos de aegyo (que aliás não reclamo pois sou defensora do conceito) com diferentes variáveis de sucesso. Lendas mesmo.

    Vou ter que admitir que me chocou um pouco Butterfly estar tão alto lol Na minha opinião, é mais o comeback que o LOONA precisava do que uma música realmente forte. Eu deito pras faixas do X X mas Butterfly acabou, para mim, sendo a mais fraquinha do combo.

    De primeira não curti muito Gotta Go, pois ficava bem qualquer coisa na minha percepção. Porém de uns tempos pra cá eu fiquei com ela na cabeça não sei por qual razão e viciei. Mesma coisa aconteceu com Snapping. Acho que a Chungha tem esse efeito em mim: se não grudou de inicio pode aguardar mais um pouco que uma hora pega.

    2019 foi o ano da Teião. É realmente interessante ver como uma das gurias que foi um dos carro-chefe no sucesso do SNSD saiu da roupagem de “idol fofa” (que pelo que já vi a mesma detesta kk) e se tornou uma das solistas de mais peso e talento.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s