ACE prometeu uma batida tradicional coreana, mas entregou um rockzinho gostoso.

Dos boygroups try-hard que existem no mercado coreano, o único que eu forço sem dó é o ACE. Jun e amigos debutaram com um pancadão extremamente barulhento e que impregna em nossa cabeça. Mas só foram chamar atenção mesmo pelos figurinos bem apelativos. Lê-se shortinhos na metade da coxa e tão apertados que prendiam até a circulação deles.

É claro que a “atenção” foi negativa e a Coreia caiu matando. Inclusive, o YG que tentou zombar da cara dos meninos naquele MIX9. Porém, já que eles não tinham nada a perder mesmo… cortaram o pai da Jennie no toco, relembrando do dia em que ele colocou os meninos do Winner (ou eram do iKON?) pra usarem os mesmos shorts nos teasers de um comeback aí.

Mas calhou que eles mudaram as roupinhas, escondendo as belas pernas que todos possuem e deixando o “choque” para os looks mais andróginos que o rapper usa de vez em quando. Só que, do nada, resolveram biscoitar e chamar a atenção de um jeito diferente. Nos teasers, pegaram um monte de hanbok e só jogaram por cima dos ombros, enquanto mostravam os peitorais. Além das imagens que mais pareciam cartazes de doramas de alto orçamento. Aí veio o comeback e…

Ok, eu achei isso bem legal. É o oppa-101, mas feito pelo ACE e com roupinhas de paquitas com buracos no umbigo. Não é a faixa sexy com elementos tradicionais coreanos que eu esperava, mas ainda assim é bem melhor que qualquer treco do ATEEZ ou do Stray Kids.

A guitarra é gostosa pra caralho e substitui com maestria os sintetizadores que normalmente são usados nesses números. O refrão grudou na minha cabeça e Jun gritou como nunca (amo esse moleque). A bridge que trouxe alguma coisa mais pro lado do tradicional coreano me soou meio deslocada, mas nada que diminua o replay-factor na minha playlist.

Já no clipe, tivemos muito pouco do que mais me deixou no hype para o comeback, que eram todos os visuais mais ousados e criativos dos meninos. Não sei se foi mesmo a intenção da empresa. Ou se no final das contas, até gravaram as cenas, porém viram que nada se conectava muito bem com a sonoridade do single e resolveram deletar tais partes. Então, tirando a parte da bridge, o resto ficou um oppa-101 que vestiu um hanbok por cima das roupas de hip hop.

Resumindo, gostei do comeback e a música vai durar bastante comigo. Porém não entregaram o que eu achei que entregariam. Acho que daqui uns dias vou estar deitando mais pra esse lançamento, pois não vou ter mais a sensação de “quebra de expectativas”.

2 comentários em “ACE prometeu uma batida tradicional coreana, mas entregou um rockzinho gostoso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s