TOP100: As melhores músicas de 2020 – 10°~01°

E chegamos ao tão aguardado por ninguém TOP10. Este ano foi muito complicada a concorrência e muitas das faixas na parte anterior eu jurava que iam estar firmes e fortes aqui. Mas acabou que meu biaísmo falou mais alto, além de esse ano eu estar muito satisfeito com várias das minhas faves, além de me afeiçoar novamente a outros acts que já me decepcionaram em outras ocasiões, mas que agora resolveram arrumar a casa.

Então não se assustem com a lista roubada e, pela primeira vez em três anos, contando somente com girlgroups (e uma unit derivada de um deles). Confiram a seguir as faixas que conquistaram as posições entre 10° e 01° lugar.

10° Mago – GFriend

Uma coisa que não podemos negar sobre a carreira do GFriend é que elas têm sangue nos olhos pra vender álbum. Estão dispostas a tudo para não deixar a peteca cair, inclusive abandonar um conceito incrível, em prol de agradar seu público ao mesmo tempo em que não conquistava novos povos. Daí que elas entraram na Big Hit e puderam respirar tranquilas, porque agora vão vender muitos álbuns pras armys, independente do que lançarem.

Isso abriu a porta para que as gatas se arriscassem em conceitos bem mais “liberais” do que aquele aegyo feito pra família tradicional coreana. ‘Mago’ é um ótimo exemplo disso, onde elas caíram de cabeça no disco para agradar gays e sapatãos. O resultado não tinha como ser ruim, mas ainda tem uma outra música delas que consegue ser melhor que isso.

Leia também: GFriend encarnou o sapatonas-gostosas-concept e entregou outro grande número para 2020.

09° Voice/Star – Loona

O Loona debutou e meio que começou a atirar pra tudo quanto é lado. Na própria estreia promoveram um single aegyo e outro girlcrush simultaneamente, por exemplo. Mas em 2020 o Sooman entrou pro time de produção das gatas e parece que deu um rumo pro negócio (mesmo que um rumo ruim).

Felizmente ainda devem existir produtores mentalmente sãos na empresa e depois de duas grandes bombas lançadas como single, o grupo lançou um clipe para ‘Star’ só como forma de single moral e pra calar a boca das gays como eu. Este que deveria ser a marca registrada do grupo desde o começo, de tão bom que é. Em especial as partes de Olivia Hye e Kim Lip, que dão um tom mais pesado pra faixa, que fica entre sexy e melancólico.

Leia também: Vem Comigo: As b-sides injustiçadas de 2020!

08° Naughty – Red Velvet-Irene&Seulgi

Mesmo que o Red Velvet esteja com um futuro incerto, a SM fez o favor de trazer alguns petiscos para os vários fãs famintos. Como por exemplo a unit composta por Irene e Seulgi, esta que foi feito para agradar a uma grande parte da comunidade LGBT+.

Isso porque ‘Naughty’ foi um dos singles e é completamente pensado em fazer as gays dançarem e se acabarem no voguing. Além de ter uma batida super gostosa que segue numa crescente orgânica, até explodir no final e te fazer parar com as mãozinhas e querer rebolar a raba.

Leia também: Após conquistar as sapatas, Irene&Seulgi decidem tocar uma pras gays.

07° Girls – Nature

Daí que do nada o Nature resolve virar a chave e soltar uma das melhores músicas do ano, mesmo sendo aquele grupo que ninguém nunca esperou muito. ‘Girls’ tem a mesma característica do single do Apink, que está na parte anterior do TOP100. Ela é bem genérica e não tem nada que ajude a reinventar a roda, porém é construída de uma forma tão épica e contagiante, que faz com que se destaque sem muito esforço.

E olha que ela nem precisa de acompanhamento visual pra chegar entre as dez melhores, mas mesmo assim serviu um dos clipes mais interessantes e legais do ano. Red Velvet deve estar orgulhoso por ter passado a palavra do culto-concept adiante.

Leia também: Nature arrasa, provando por A+B que qualidade não está atrelada a números.

06° Apple – GFriend

E o título de melhor do GFriend vai para ‘Apple’. O single é mais uma com essa pegada sexy-sem-ser-vulgar que envolve a grande maioria dos trecos de 2020. Só que pegando um conceito diferente da concorrência e fazendo com que seja uma grande surpresa no catálogo das gatinhas. E tenho que enfatizar o quanto o refrão disso é bom e grudento. Adoraria estar ali no castelo abandonado dando a rodopiadinha junto com elas.

Leia também: Cansadas de saias plissadas e sapatilhas que não aderem ao chão, GFriend segue em busca de sua nova identidade.

05° So Bad – Stayc

STAYC GIRLS, IT’S GOING DOWN!

Uma grande alegria para mim a aparecer em forma de rookie, foi o Stayc. O grupo conta com um line-up bonitinho e encantador, além dos vocais serem lindos e variados. Não o bastante, ainda soltaram uma música muito incrível como single que me cativou horrores, juntamente do clipe escorrendo orçamento.

E podemos ficar de olhos bem aberto para elas, pois possuem um potencial gigantesco por se tratarem do girlgroup do Black Eyed Pilseung, uma dupla de produtores famosos que não vai querer tratar suas protegidas com desleixo. Afinal de contas, elas são o novo portfólio deles, então é super normal vê-los querendo dar qualidade ao grupo a todo custo, para salvar as próprias carreiras de produtores igual aconteceu com EXID e Shinsadong Tiger.

Leia também: Stayc aumenta absurdamente o nível de qualidade das estreias de 2020.

04° Monster – Red Velvet-Irene&Seulgi

A outra do duo mais queridinho deste site, também é tão boa quanto a primeira, mas por pura subjetividade e preferencias pessoais subiu várias posições até beirar o pódio. ‘Monster’ impressiona a todos por ser o Red Velvet entregando um dubstep em pleno 2020 e ainda por cima, lançando uma música boa em cima desse tipo de estilo duvidável.

Para chocar ainda mais, a empresa decidiu levar os ships a sério e transformar Irene e Seulgi em um casal lésbico satanista. E se essa unit for o último suspiro do grupo, pelo menos elas morreram atirando.

Leia também: IZ*ONE invade a SM e faz com que clipe de RV-IS sofra atrasos.

03° I Can’t Stop Me – Twice

Logo depois de soltar um dos piores singles da carreira, Twice resolveu se redimir com o meio-ambiente pela poluição sonora causada e lançou ‘I Can’t Stop Me’. A faixa tem tudo o que as gays amam especialmente essa gay aqui que vos escreve. Coreografia rebolativa, melodia crescente, explosão bem feita no refrão, high-notes absurdamente contagiantes e um clipe super caro.

Tomara que elas continuem nesse caminho, porque não tem nada que o JYP saiba fazer melhor do que um belo retrôzinho farofento.

Leia também: Se este é o preço a se pagar pelo pecado… Twice pode me levar pro purgatório agorinha.

02° Barbie – Yeeun

Com a medalha de prata temos uma música que muitos já esqueceram da existência, mas que segue firme e forte na minha playlist desde o lançamento. Isso porque ela não foi bem um lançamento regular, visto que foi uma faixa original do Good Girl que a Yeeun usou em uma das missões.

Só sei que tudo nela me agrada muito, desde instrumental, passando por vocais e chegando até em figurinos e coreografia de Tik Tok. Ainda tenho em mente que isso seria um possível comeback da HyunA, mas como ela saiu da Cube não teve como levar a demo com ela. E também acho que se a empresa tivesse dado um clipe e promovido como debut solo, talvez a Yeeun estaria super popular hoje em dia e com um verdadeiro hit nas mãos lembrando que mesmo sem promoções normais a música hitou nos charts, se comparada com qualquer outra faixa de reality já lançada.

Leia também: Yeeun do CLC, usou o Good Girl para nos dar o comeback que a HyunA não foi capaz.

01° La Di Da – Everglow

E em primeiríssimo lugar temos Everglow e seu remix de ‘Blinding Lights‘. O sexteto da Yuehua usou de seus bots no YouTube para fingir que é famoso e criar um pequeno hype na bolha que curte charts. Mas mesmo com um grande hino em mãos como ‘La Di Da’, elas não conseguiram números relevantes nos “charts que importam” (MelOn, Bugs, Flo e etc).

O que é uma pena, porque este single aí em cima merecia bem mais, especialmente a Sihyeon que se mostrou uma grande artista dessa geração. Sem contar que de todos os singles emulando a música do The Weeknd, este aqui é o que conta com o melhor pacote de versos, rap, refrão, break, coreografia e até letra. Já que elas estão cantando que não estão nem aí pros haters e ladidadidadida.

Leia também: Everglow finalmente decide apostar em “referências” que valem a pena o hype.

E por aqui encerramos o grande evento de 2020. De todos os anos, eu acredito que essa lista foi a menos controversa já que esse ano eu não passei muito pano pra bomba. E por mais que alguém não concorde comigo colocando duas do GFriend, duas do RV-IS e o debut do Stayc no fudendo TOP10, acho que elas apareceriam em outras posições nos rankings de vocês. Visto que são excelentes músicas.

Agora o que nos resta é esperar por 2021, que promete ser um ano maluco para mim e tomara que tenha vacina, para eu ter pelo menos um problema a menos para preocupar. Não esqueçam de deixar a opinião de vocês sobre o meu TOP10 e quais vocês não colocariam aqui! XOXO!

{100°~78°}{77°~55°}{54°~33°}{32°~11°}{10°~01°}

24 comentários em “TOP100: As melhores músicas de 2020 – 10°~01°

  1. A única que me chocou foi Barbie, nem lembrava mais dela. De resto, o meu top 10 é bem parecido, principalmente La Di Da em primeiro, meu deus, eu rasguei tanta seda pra essa música. Adorei o top 100, ainda mais com o Gfriend esse ano botando a cara no Sol e mostrando a o que veio.

    Curtido por 1 pessoa

  2. 9/10 foram músicas que eu gostei e entram na minha lista pessoal de trecos que saíram esse ano lol, acho que foi a primeira vez que eu vejo isso acontecer desde que eu acompanho a blogsfera de kpop.
    a única que não entra na minha lista é barbie

    Curtido por 1 pessoa

  3. Meu Deus eu tinha esquecido da existência do mini do LOONA kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e olha que eu ouvi ele pra caralho, achei bem redondinho em termos de sonoridade. Realmente funcionou muito bem comigo, mas assim que o TWICE resolveu lançar Eyes Wide Open e arrancar a peruca de todas as girl group do planeta, as músicas delas foram automaticamente varridas da minha memória

    NATURE RAINHAS RESTO NADINHAAAAAAAAAAAAAAAAAAA Meu Deus que música boaaaaaaa não consigo passar quando começa a tocar… Nunca nem tinha ouvido falar do grupo antes disso kkkkk Pior que DIVE do mini também é ótima! O refrão é super ciclete

    MAGO também tocou muito aqui nas minhas playlists, que hino… Finalmente posso ouvir o GFRIEND com um acompanhamento visual sem ter vergonha alheia pelas gatinhas com quase 40 anos na cara fazendo aegyo

    I Can’t Stop Me realmente é um hino. A carreira do Twice pra mim começou após o lançamento do Eyes Wide Open :v

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s