Comentando o Álbum: Legendary War – Kingdom [2021]

Eu sei que nem todo mundo sabe o que é um Kingdom, então me deixem explicar brevemente. Lá em 2019, a Mnet criou um novo sistema de reality, que tem como objetivo colocar 6 artistas para batalhar pelo título de “reis/rainhas do k-pop”. A primeira temporada recebeu o nome de Queendom e se tratava de uma competição só com acts femininos. A segunda, foi intitulada Road To Kingdom e contou com um elenco de grupos nugus, já que a temporada tinha a premissa de ajudar esses carinhas a melhorar sua popularidade. E na terceira e mais recente, o programa juntou atos masculinos de maior calibre para formar o Kingdom.

É claro que essas questões de “quem será o rei do k-pop?” são bem relativas, visto que dificilmente teríamos nomes como BTS, Blackpink ou Twice se submetendo a um reality de sobrevivência. Então a emissora teve que fazer o que podia para escolher um elenco relevante, com o que tinha em mãos. Acertaram em cheio na primeira temporada, mas nas seguintes não foi lá a melhor curadoria do mundo.

Agora, como de costume, a terceira temporada chegou ao fim e com isso foi liberado o álbum de singles inéditos que foram usados para a última missão. E cá vou eu comentar cada uma das faixas, junto das performances (pois o programa não permite clipes para promoção de tais singles, então temos que nos contentar com os ao vivo mesmo). E ao invés de dar uma nota para o álbum todo, irei dar separado para cada um dos singles, pois tivemos umas diferenças bem grandes nas qualidades entre um e outro.

Começando pelo “final” (ba dum ts), temos Finale (Show And Prove) do BTOB. O grupo de idosos fez a vez do AOA dessa temporada, servindo performances nostálgicas para as cacuras e trazendo algo bem agradável na final. A faixa tem uma pegada meio comum demais, porém os vocais dos velhinhos fazem toda a diferença para a música ser mais memorável. E mesmo que eles já tenham entrado no programa fadados a perder igual o AOA, até que fizeram um bom trabalho e ainda usaram o momento para mandar um “this is for the haters.

Sobre a performance, é legal ver eles cagando pra coreografia e só focando em entregar vocais e raps de qualidade. Dá uma boa diferenciada do resto da mulecada. O grande problema é o Eunkwang dando uma exagerada na interpretação… não precisava de tudo isso. Mas em contrapartida, o Minhyuk estava extremamente adorável no finalzinho da apresentação. Meu crush por ele até voltou a existir.

Se eu tivesse que dar uma nota, seria 7 para a música e 6 para a performance.

At Ease é aquele hip-hop óbvio que todo mundo espera de um act da YG. E como todas as música da empresa, os versos são bem legais, assim como os raps, porém chega no refrão e tudo explode da pior maneira possível. Nada muito inovador, quiçá memorável.

Na performance, temos mais do mesmo, com presidiários, grades, escudos da polícia e ZzzZZzzZZz… só foi engraçado o resto do grupo tentando acompanhar o pique do Bobby e falhando miseravelmente, já que o muso do Miojo Pop é ligado nos 220W e vai pras performances chapadão de ácido.

Nota 3 pra música e 6 pra performance, pois o Bobby mostrou o abs pra todo mundo ver, vamos rezar pra na próxima ele mostrar o rolão que o Lunei tanto elogia.

Já o SF9 resolveu se esforçar um pouquinho e servir algo realmente diferente e bom, ao mesmo tempo. Believer abandona o bate estaca oppa-fodão logo nos primeiros segundos de faixa e depois abraça algo mais delicado e sexy-melancólico. Sendo sincero, eu gostei bastante e é minha favorita do programa, além de contar com uma performance bem bonita e que casa perfeitamente com a finesse proposta pela faixa. Os integrantes estão lindos e serviram toda a gostosura da qual são famosos no próprio reality especialmente o carinha do umbigo de fora.

Infelizmente, eles entraram como o grande flop da edição, tal qual o Lovelyz que nem teve chances de ganhar o Queendom. Engraçado como os dois também apostaram em um conceito “chique” para os singles inéditos, além de utilizarem máscaras como artifício para suas performances finais… se liguem nessa coincidência.

Para a música eu daria uma nota 8,5 e a performance, igualmente boa, com um sólido 8. Foi tudo muito bom, mesmo não sendo um grande hit ou algo super inventivo.

Agora chegamos na parcela de grupos que estão aí requentando a mesma demo desde 2018 para seus lançamentos. No caso do The Boyz, eles pelo menos usam uma boa base e Kingdom Come entra para o grupo daqueles singles legais, porém normais demais. Mesmo não ofendendo os ouvidos, não tem nenhuma parte que te faça querer ouvir mais uma vez. Ou então, uma parte que te faça saborear a canção. Tudo muito normal. Tudo muito passável.

Nota 5, tanto pra música quanto para a performance que foi a mais fraca e sem criatividade deles desde o Road To Kingdom.

Stray Kids é outro que só serve aquele bate-estaca de sempre e já sabemos como a canção vai ser ruim, antes mesmo de dar play. Wolfgang começa com o Bangchan servindo alguns vocais mais leves, para logo em seguida o negócio descambar nos raps try-hard e difícil de engolir de sempre. Seguidos pelo carinha do timbre romântico e por aí vai. O que me mata de raiva são os “rrrrrrrrrrrra ui go uaiud” que grudaram na minha mente. Que raiva.

A performance em si, dá muita vontade de assistir no mudo depois do strip que o Bangchan faz. Mas só isso também. Nota 2 pra música, 6 pra criatividade da apresentação e 10 pros gominhos do Bangchan que estão exatamente no ponto que eu curto.

The Real fecha o álbum com o ATEEZ não inovando em nada, para variar. Não sei como que alguém consegue ser fã desses grupos que lançam a mesma música em todo santo comeback. Tem gente que chama de consistência de imagem, mas eu só acho que é falta de criatividade mesmo. Além disso, esse single aqui não tem NADA de memorável e nem teve abs na performance.

Horrível, nota 2. Já a performance é bem divertidinha e a mais criativa do programa, nota 9. Uma pena ser desperdiçada com uma faixa tão ruim assim.

No balanço geral, fiquei impressionado com duas faixas serem bem acima da média, pois não esperava NADA desse programa, exceto por performances cheias de pele à mostra ♥ Já que estamos falando de boygroups, a qualidade já é normalmente mais baixa. Porém, vale lembrar que o Queendom serviu MUITO mais e com menos orçamento. Esses machos deveriam se envergonhar de gastar tanto dinheiro pra lançar essas coisas.

Agora é torcer para vir um Road To Queendom em 2022, seguido por um Queendom em 2023. Sei que geralmente eles não tem nomes SUPER relevantes no line-up, mas é legal ver grupos saindo da zona de conforto para tentar abocanhar uma parcela maior de fãs. Além disso, os grupos que participam desse reality costumam ganhar um bom boost de popularidade e com a recente baixa no lado feminino do k-pop (disband oficial do GFriend e não oficial do Apink; Mamamoo e Oh My Girl fazendo só um comeback ao ano; hiatus do Red Velvet e por aí vai), precisamos de mais nomes para manter o cenário quente.

Gosta do conteúdo do site? Ajude esse blogueiro a pagar a marmita doando qualquer valor no PIX, com a chave: gostomeu18@gmail.com. Se quiser, também pode encomendar posts e patrociná-los! Apenas lembre-se que alguns conteúdos são mais complexos e difíceis de serem escritos que outros, então faça uma doação consciente ♥

Publicidade

17 comentários em “Comentando o Álbum: Legendary War – Kingdom [2021]

  1. Meu pobre Stray Kids arrastado na lama mais uma vez 🤧🤧

    Outro dia eu tava reclamando lá no Pop Asiático do fato da unit de dança q o Stray Kids participou ter escolhido Wolf do EXO pra fazer um cover, sendo que eu odeio aqueles uivos na música, aí o que é que os favs fazem?? Me criam uma música chamada Wolfgang e faz o refrão inteiro de uivos!! Caralho, Bangchan, fica difícil assim, ainda bem que tu botou os abs pra jogo.

    E sobre eles fazerem o mesmo conceito sempre, eu já cantei essa bola antes tbm, é tipo Blackpink com as versões da mesma música, faz um sucesso danado na fanbase, quando elas trouxeram algo minimamente diferente com Lovesick Girls, não teve o mesmo impacto, se vc olhar as views no YouTube (q infelizmente é relevante para o “sucesso” de algo) enquanto o mv How you like that e o DANCE PRACTICE tá quase chegando em 1B de visualizações, Lovesick Girls não chegou nem em 500 milhões ainda.

    Com o skz é a mesma coisa, faixas como Miroh, God’s Menu tem bem mais views e apelo quanto Levanter, I am you, faixas mais “chill” porém ainda com todo os raps que são característicos deles.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu sinceramente, não compreendi muito bem o conceito do Ateez, nessa performance, se quiserem me explicar fica a vontade!
    Por sinal, eu achei injusto o resultado do SF9 apesar de saber q os caras n tinham tanta chance contra os outros seja por empresa ou tamanho da fanbase.
    E por fim, eu já não vou mto com a cara do skz e as performances deles deixaram a desejar, musicalmente tbm, e vou tentar ouvir as msc citadas acima, pra ver se consigo aceitar mais alguma do skz na minha playlist. Sendo assim, o resultado pra mim, foi uma coisa q n surpreende vindo da Mnet!
    Queria mais ABS nessa performance, pra compensar o dano das minhas orelhas!
    Beijinhos, só vim reclamar mesmo

    Curtir

  3. Eu sinceramente, não compreendi muito bem o conceito do Ateez, nessa performance, se quiserem me explicar fica a vontade!
    Por sinal, eu achei injusto o resultado do SF9 apesar de saber q os caras n tinham tanta chance contra os outros seja por empresa ou tamanho da fanbase.
    E por fim, eu já não vou mto com a cara do skz e as performances deles deixaram a desejar, musicalmente tbm, e vou tentar ouvir as msc citadas acima, pra ver se consigo aceitar mais alguma do skz na minha playlist. Sendo assim, o resultado pra mim, foi uma coisa q n surpreende vindo da Mnet!
    Queria mais ABS nessa performance, pra compensar o dano das minhas orelhas!
    Beijinhos, só vim reclamar mesmo

    Curtido por 1 pessoa

  4. Eu acho que a do ATEEZ deve ser um monte de coisa mais “regional”, dá pra ver que tem muita coisa relacionada à cultura coreana. Mas eu não sei muito sobre a cultura… então só falo que acho bonito mesmo hahahahaha

    Curtido por 1 pessoa

  5. “Agora é torcer para vir um Road To Queendom em 2022, seguido por um Queendom em 2023”

    TOMARA!!! Inclusive já tenho minha lista de grupos flopados que adoraria ver no Road To Queendom, como GWSN, Dreamcatcher, e – claro – o LOONA (provavelmente nenhum deles seria convidado, mas não custa sonhar).

    Falando em LOONA, hoje cedo já saíram os teasers da Dona Xú pro comeback:

    Curtido por 1 pessoa

    1. Desses três que você citou, acho que Dreamcatcher entra pro Queendom direto. Elas já tem alguns wins (se não me engano) e vendas estáveis… o SF9 era assim também.

      Mas Loona e GWSN seria tudooo.

      Curtir

      1. Não acompanhei a passagem do Dreamcatcher pelos music shows no último comeback delas, mas até onde sei, elas NUNCA tiveram win…

        Isso é inclusive uma reclamação recorrente no fandom delas e entre pessoas que não são do fandom mas que gostam delas (tipo eu), porque os álbuns delas têm vendas expressivas, elas vão a todos os music shows, entregam apresentações super elaboradas (vozes, coreografias, cenários, figurinos)… e mesmo assim elas raramente são indicadas, e nas poucas vezes em que são, outro grupo pega o win (vide a vez que o Everglow, que ainda era extremamente nugu, venceu o Dreamcatcher no The Show).

        Everglow, por sinal, é outro grupo que eu adoraria ver nesse reality. E elas já têm pelo menos dois wins (ambos no The Show, mas né, tá melhor que o LOONA que só tem um e que só conseguiu indo numa semana que nenhum grupo relevante disputou)

        Curtido por 1 pessoa

    2. Sendo que só com esses teasers já começaram várias teorias mirabolantes, uma delas dizendo que eles indicam que a linha do tempo do loonaverso foi “rebootada”… o motivo: cinco das seis integrantes já mostradas fazem parte da Night Unit (as units Day e Night foram criadas pra separar elas pras fotos do debut das OT12 – e NUNCA tiveram referência no loonaverso), a exceção sendo a HyunJin, que teria trocado de lugar com sua versão alternativa Choerry no novo loonaverso…

      Além daquele teaser dos olhos, com as moças do yyxy e a YeoJin aparecendo com o olho direito em vez do esquerdo como as colegas, o que fez alguns fãs especularem que a YeoJin foi parar no Éden nessa nova linha do tempo.

      Realidade: depois que o Jaden Jeong saiu da BBC, eu duvido que ainda haja qualquer enredo do loonaverso, só uma série de Easter eggs pra agradar os fãs da fase pré-debut. Mas né, cada um acredita no que quiser.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Uooouuu!! Seria legal se acontecesse um reboot do Lonaverso, mas concordo com você e acho que a partir de agora vamos ter só várias referências pra agradar os fãs.

        Curtir

  6. Eu sou fã do Ateez kkkk mas tudo bem, todos tem seu gosto (o nome do blog já diz)
    Eu pessoalmente gostei da música e sim, tem uma história por trás da performance. Ateez mostra o bullying e fumo nas escolas (infelizmente comum, não só na Coreia) e na letra eles dizem que mesmo se alguém fizer você abaixar a cabeça (reverencia que é comum na Coreia, mostra respeito ou submissão) é bom manter a cabeça erguida é continuar humilde e gentil, como se mesmo as coisas ruins que o cercam não afetassem na personalidade deles. Se ver a tradução até vai entender melhor (pode mutar se quiser kkkkk mas tenta ler) Os meninos são novos no jogo ainda, vão fazer 3 anos de debut. O líder deles se esforça e compõe e faz parte da composição de todas as musicas deles, tanto que Aurora, Sunrise e Thank u foram escritas totalmente por ele. Se prestar bastante atenção também (se quiser) tem toda uma storyline por trás de tudo, é complicada mas tudo se liga de formas diferentes (n vou detalhar pq eu tbm n entendi muito ainda kkk) No final Kingdom já acabou, todos os grupos foram muito bem e espero sim que tenha o Queedom de novo ^^.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s