‘Beam Beam’ é o ápice da Soyeon como cantora/compositora/produtora.

Eu sei que toda a blogosfera já fez esse trecho introdutório sobre quem é Soyeon, mas aqui vamos nós de novo, só que dessa vez sob minha ótica.

A gata surgiu na indústria como uma feroz participante de realitys. Sua primeira empreitada foi o Produce 101, onde apareceu com suas roupas punk e maquiagem pesada, assustando todo mundo por sua “ferocidade”. E sendo sincero, logo no primeiro episódio já estava óbvio que ela não debutaria em um grupo de lolitas (que era o IOI) e que a Coreia não deixaria ela no TOP final, mesmo sendo uma das participantes mais carismáticas e originais da competição. Dito e feito.

Mas a Cube não quis parar por ali com ela. Continuou colocando ela em vários programas para se mostrar como uma grande rapper/solista. Além de dar dois singles solo confiram eles no fim do post para ela sentir o terreno nos charts. E isso também serviu no futuro como buzz para o girlgroup que ela lidera tanto no palco como nas produções dos lançamentos.

Só que… quando tudo parecia ir de vento em popa para o (G)I-DLE, uma das integrantes que não é a Soyeon caiu numa polêmica fortíssima envolvendo bullying. Isso foi o suficiente para a Cube virar para sua ex-solista e dizer: “pega tuas músicas e voa sozinha minha filha“. E foi o que ela fez em ‘Beam Beam’.

Essa faixa aqui conversa muito com o que a Soyeon já começou a criar lá no comecinho de tudo, em seus singles solos. Assim como não repete o conceito de nenhum dos trabalhos que ela produziu para terceiros exatamente o que eu faria caso quisesse ser um produtor e solista, ou seja, guardar as coisas que eu curto para minha própria carreira e o resto que lute.

Em relação à música em si, eu gostei, porém com ressalvas. Não achei o bagulho mais incrível do ano, mesmo sendo competente o suficiente para aparecer entre as 100 melhores de 2021. Colocá-la com menos de 3 minutos foi inteligente, já que o refrão é repetitivo e a maneira como a Soyeon coloca seu timbre aqui, pode ser um pouco irritante se a exposição for muito grande. Ou seja, uma boa escolha em uma música agradável.

Só que, o que realmente brilha nesse comeback é o clipe criativo, colorido e belíssimo. A Soyeon sabe o que faz e sabe ainda mais como agir em tela. Outro grande acerto (além da estética maravilhosa), foi chamar a fudendo Youngji para aparecer rapidinho. E não só isso, como também colocar ela numa SAIA DE LOLITA PRA REBOLAR A PÉLVIS! Como eu amo aquela parte! Ficaria ainda melhor se aqueles raps estivessem sendo cantados pela própria Youngji. Mas eu entendo que não podemos ter tudo.

No fim do dia, isso aqui é um comeback muito bom, com uma Soyeon que sabe o que quer. E nos confirma que a gatinha é muito sagaz em suas produções, conseguindo criar toda uma identidade própria a da rapper fofa e abusada, mesmo com o aegyo sendo algo bem batido. Parabéns gatinha!

Gosta do conteúdo do site? Ajude esse blogueiro a pagar a marmita doando qualquer valor no PIX, com a chave: gostomeu18@gmail.com. Se quiser, também pode encomendar posts e patrociná-los! Apenas lembre-se que alguns conteúdos são mais complexos e difíceis de serem escritos que outros, então faça uma doação consciente ♥

Um comentário em “‘Beam Beam’ é o ápice da Soyeon como cantora/compositora/produtora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s