Comentando o Álbum: Creation Mission – Girls Planet 999 [2021]

Já se passaram alguns dias desde que esse álbum foi lançado com as primeiras faixas originais do Girls Planet 999. E como o Lunei já disse no blog dele, esse foi o momento em que a Mnet trouxe de volta aquela coisa de dividir as meninas em X grupos e deixar que elas “testassem” o terreno com diferentes conceitos, para a escolha da possível sonoridade do grupo de debut.

É claro que isso só foi seguido à risca nas temporadas masculinas do Produce, onde o que hitava era o oppa-fodão, então a Mnet seguiu com isso na sonoridade deles. Mas com as meninas eles meio que ignoraram. Se levarmos em consideração que na temporada do IOI, o mais popular era um white-aegyo sem graça e na vez do IZ*ONE o que hitou era aquele girlcrush-101 de ‘Rumor‘. Nenhum dos dois seguiu o que os próprios fãs escolheram.

Mas ainda assim é legal ver o que está no radar dos produtores na hora deixar as meninas experimentarem músicas inéditas em rede nacional. Eu meio que já pontuei minha opinião sobre elas na minha review do episódio 10, mas agora resolvi trazer comentários específicos sobre elas. E não diluídos dentro de um contexto maior além de estar julgando apensas a versão de estúdio delas e não o fiasco de algumas no ao vivo.

A primeira a abrir o EP de quatro faixas, é U+Me=Love. A faixa nada mais é que um pancadão sexy para as gays baterem cabelo na balada. E eu amei que os produtores foram 100% na experiência e adicionaram um drop grave e safadíssimo. Se não bastasse somente todo o batidão até tal ponto, ainda chega lá e BUUM podemos fazer vogguing, twerk ou qualquer outra coisa que der vontade.

As meninas fizeram muito bonito nos vocais. O line-up não tem lá a maior variedade de timbres, mas Youngeun-praça-é-nossa e Mashiro-pitica foram muito bem em dar pulso nos momentos certos.

A música em si, acho que já pode ser considerada um grande hit para o programa. Atualmente ela surrou ‘Savage‘ e é uma música de k-pop-girls de maior sucesso na Apple Music Japan. Ocupando a 51° posição, enquanto o Aespa está em 54° (dessa vez não é shade nem nada, só estou pontuando para vocês verem o tamanho que essa música está). Além de ter a mais alta posição no Line Music Japão, dentre as faixas desta missão.

A próxima segue nessa pegada mais madura, só que sem medo de cair na safadeza. Snake reúne um line-up muito poderoso e com vocais cirúrgicos para cantarem sobre como elas são gostosonas venenosas como uma cobra. Ela conta com essa batida étnica que rapidamente já transporta meu pensamento para o (G)I-DLE (por onde andam?). E acho que a Soyeon ia adorar ofender uma duas pessoas brancas no twitter se apropriando disso aqui.

A grande cereja do bolo, porém, é o momento onde Yaning-conká bota seu gogó pra jogo e fica ainda melhor com os “you know nkow know” gemidos logo em seguida. Para depois explodir numa série de sintetizadores com uma flautinha louca e daí elas trazem o refrão de volta só que ainda mais enérgico PUTA QUE PARIU.

É uma experiência e tanto ouvir isso. De todas as sonoridades apresentadas aqui, essa seria minha favorita delas adotarem. Seria finalmente um gg honrando o girlcrush do 4Minute já que o grupo da Soyeon parece ter morrido ou de outros da época de ouro do k-pop.

Agora caímos no que eu acho ser mais provável de ser a sonoridade delas ignorando o meu gosto pessoal. Isso, pois Shoot! é um aegyo feliz e brilhante que fez uma carreira pro Stayc e pro Weeekly. Então se a Mnet quiser seguir alguma dessas sonoridades e ir na mais safe… essa é a escolha perfeita (fiquei chocado de não terem colocado uma demo do NCT também, já que é outro grande conceito safe).

Isso seria um problema? Sim, se o line-up do grupo for esse aí de cima. Mas a resposta é não, caso o grupo seja formado por meninas com mais camadas nos vocais, capazes de deixar a faixa menos açucarada do que ela já se propõe. Nada contra Yujin-desaforenta e amigas, mas elas pegaram uma música muito divertida/adorável e deixaram meio difícil de ouvir no repeat. São timbres muito agudos em um lugar só.

É claro que mesmo criticando, eu continuo ouvindo, pois esse é meu jeitinho hipócrita de ser. Mas dá para melhorar, sabe? E o instrumental e a letra já são muito legais. Basta corrigir o line-up os vocais e fica ótimo, nível Stayc e Weeekly mesmo.

Por último, não temos uma balada, pois pelo menos pra isso a Mnet é competente e não colocaria um grupo para se queimar com algo tão… cafeteria, como as baladas coreanas. Utopia é o white-aegyo com elas dançando de saia plissada ou vestidos brancos.

Vi muita gente a comparando com os trecos do GFriend e eu ainda não tinha feito a conexão até então. Mas é bem real. Até na coreografia a Mnet quis copiar as amiguinhas (que agora vão redebutar com um trio chamado Viviz). E sendo bem sincero, achei a faixa muito legal. Ela tem toda uma pegada teatral e poderosa que foi potencializada pelo timbre melancólico da Bora-hiperativa.

As outras não fizeram muito pela música, mas aí até no GFriend era assim no começo de carreira, com Yuju e Eunha carregando as partes mais dramáticas e destacáveis enquanto as outras 4 preenchiam o restante da faixa.

Falando como um todo, este EP está MUITO acima da média. Todas as quaro faixas são de boas para cima, com duas delas se destacando muito (as primeiras da tracklist) e prometendo um bom início de carreira para o grupo. E mesmo que não sigam as minhas favoritas, elas tem outras duas referências boas no álbum.

Mas é como eu disse lá em cima, pode ser que elas façam o IOI/IZ*ONE e apostem numa coisa totalmente diferente. E desde que seja uma coisa boa, eu não vou reclamar. Só por favor, deixem as demos do IZ*ONE para o Lightsum. Pelo menos eu já não gosto das rookies da Cube mesmo, então a música que lançarem é indiferente pra mim. Mas esse girlgroup do GP999 eu já coloquei esforço demais acompanhando, não seria ruim se elas lançassem músicas boas também.

Nota: 8,5

Gosta do conteúdo do site? Ajude esse blogayro a pagar a marmita doando qualquer valor no PIX, com a chave: gostomeu18@gmail.com. Se quiser, também pode encomendar posts e patrociná-los! Apenas lembre-se que alguns conteúdos são mais complexos e difíceis de serem escritos que outros, então faça uma doação consciente ♥

5 comentários em “Comentando o Álbum: Creation Mission – Girls Planet 999 [2021]

  1. Concordo plenamente sobre a músicas
    1 u+me=love- no começo não gostei nem um pouco mas a apresentação me Deixou com vontade de ouvir e novo e de novo e agora tô viciada( quem se destacou pra mim foi a may mashiro e youngeun)
    2 snake- é uma faixa que eu já sabia que gostaria pois tem gidle( choque porque não foi feita pela soyeon) 4 minute e clc e eu amei ( quem se destacou pra mim foram cainbing, xionting e whenzhe)
    3 utopia,- até que gostei viu não é lá um tipo de música que eu gosto muito mais eu gostei muito e olha que eu tinha detestado viu( quem mais se destacou pra mim foram as que não erraram ou seja yeseo, yurina e a lenda bora)
    4shoot-gostei da musica mais achei muito açucarada enfim só assistir a performance porque elas arrasaram( quem mais se destacou pra mim foram yujin óbvio myah e ruan)
    E as performances
    1 shoot( combinou muito com o conceito e todas foram boas em tudo vocais, dança e expressão facial do a Babi que não foi bem)
    2 u+me=Love( essa perofmramce não teve erros perfiyeas a unica foi a sueyon que eu achei que ela no foi muito estável no oohhyeh)
    3 utopia ( o time foi bem só as outras duas não foram bem e é isso ai)
    4 ( só não gostei por causa do erro da do yaning, como você mesmo pontuou a dayeon no começo errou o tempo, a riuqi concordo com os jurados não mostrou nenhuma presença de palco palco e parceria que estava performando com má vontade, e a whenzhe por mais que eu tenha gostado muito dela a voz dela não estava muito boa).

    Curtido por 2 pessoas

  2. “Atualmente ela surrou ‘Savage‘ e é uma música de k-pop-girls de maior sucesso na Apple Music Japan”

    Bom, o fato da maioria das garotas na unit que cantou “U+Me=LOVE” ser do Japão talvez tenha ajudado. Aliás, só agora percebi que das sete garotas na unit de “Snake”, só DUAS não são chinesas (talvez por isso essa unit perdeu o desafio mesmo tendo ficado com o conceito mais popular entre os fãs de k-pop)…

    As versões de estúdio das quatro faixas ficaram ótimas mesmo. Nos vídeos das performances, tinha achado “Snake” ruim, “U+Me=LOVE” esquecível e “Utopia” apenas OK (só “Shoot!” me conquistou de cara), mas ouvindo de novo agora, todas elas são músicas boas. Se a Mnet estiver se sentindo preguiçosa quando lançar o grupo final, pode apenas colocar as vencedoras pra regravar essas quatro músicas, dar uma música inédita além dessas quatro pra ser o single, fazer uma intro instrumental igual as do LOONA, e pronto: já tem um EP de qualidade pra lançar (só não pode colocar elas pra regravar “O.O.O.” porque essa música é péssima).

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s