JBJ95 tenta ser menos derivativo e acerta em cheio em seu novo sigle.

O único grupo masculino que saiu do Produce e que eu gostei bastante foi o JBJ. Por mais que eles tinham um integrante escrotinho infiltrado no sexteto, o resto do line-up era bem legal e todos os singles que entregaram em seu curto tempo de vida foram agradáveis. Em especial, ‘Flower‘ que possui uma melodia aegyo super gostosinha e um refrão sexy rebolativo ótimo, sendo a melhor ‘Love Cherry Motion‘ já lançada por cuecas.

Mas como todo grupo do programa tem uma vida curta, eles deram disband e cada um foi pra um canto. Exceto dois deles, Kente e Sanggyun. Como nenhum tinha algo melhor em mente, resolveram se unir em uma empresa fundo de quintal com o objetivo de carregar o legado do sexteto com o nome de JBJ95 pois ambos nasceram em 1995 e juntos formam a 95-line. A grande questão é que sempre lançaram singles bem derivativos que eu acabava esquecendo antes mesmo do ano acabar.

Agora, parece que a história mudou e eles resolveram se esforçar um pouquinho mais.

‘Jasmin’ já mostra que não veio para nadar no esquecível pelo clipe super bonitinho e com essa pegada meio 007. Tá que o conceito é bem manjado entre os machos, mas os cenários estão bem bonitos e com paletas de cores super agradáveis que brincam com o azul, vermelho e roxo.

A música é uma delícia com a guitarra dando o tom em toda sua duração. Os timbres também foram usados de forma muito boa com o Kenta miando e o Sanggyun falando umas linhas pra não deixar a musica ficar irritante demais. E o refrão é puro chiclete e dá vontade de rebolar junto com os meninos. E falando em rebolar… como eu estava com saudade de ver eles rebolando. Isso não acontece desde ‘Flower’? Deveriam repetir mais vezes.

O EP deles também está bem gostoso e bem coeso com o single, mais duas b-sides nessa pegada dele, um retrôzinho e uma balada. Recomendo as quatro primeiras faixas para quem quiser ouvir.

Um comentário em “JBJ95 tenta ser menos derivativo e acerta em cheio em seu novo sigle.

  1. A música é realmente bem legal, assim como essa Tell me. Espero ver mais disso nós próximos lançamentos 🙂
    Nos lançamentos anteriores deles, as titles tracks saíam uns negócios tão genéricos ou esquecíveis que eu tinha me contentar com com as b-sides mesmo.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s